Arquitetura sustentável

As edificações são um dos principais responsáveis pelos impactos negativos à natureza. Os prédios são grandes consumidores de energia e água, além de liberarem resíduos danosos ao meio ambiente.

Por isso, uma forma de arquitetura que se preocupa com a sustentabilidade da construção é cada vez mais fundamental e deve receber destaque.

Várias intervenções podem ser aplicadas para tornar um prédio ecologicamente correto. Em primeiro lugar, a origem dos materiais utilizados na construção deve ser de fornecedores certificados, que não prejudicam o meio ambiente. Materiais reciclados ou oriundos de projetos sociais também devem ser priorizados.

Energias solar e eólica podem ser alternativas de fontes limpas. A própria estrutura do prédio também pode colaborar com a redução do consumo de eletricidade. Janelas que permitam a entrada do sol durante boa parte do dia, evitando o consumo de luz elétrica e formatos que se adequam ao clima da região são importantes de serem pensados. Varandas recuadas e canais de ventilação podem equilibrar a temperatura, evitando o uso do ar-condicionado.

Outro ponto importante é a utilização racional da água. Os prédios podem, por exemplo, armazenar a água da chuva para ser posteriormente utilizada para regar os jardins e lavar áreas externas.

Essas boas práticas podem, além de contribuir com o planeta, valorizar o imóvel. É um investimento que vale à pena.

Deixe uma resposta