Atenção para as pintas no seu corpo

Como todo mundo sabe a pele é o maior órgão do corpo humano. Por estar boa parte do tempo exposta ao meio externo como sol, ventos e outras agressões climáticas, podem causar o aparecimento de manchas de diferentes formas, texturas e tonalidades.  Como por exemplo: as pintas.

Também conhecidas como melanocíticos, as pintas são lesões de pele pigmentadas que podem surgir em qualquer fase da vida, podendo ter cores, formas e tamanhos diferentes.

Entre os principais fatores causadores das pintas podemos destacar: falta de proteção solar, fatores genéticos, pessoas de pele muito clara e que têm casos na família de câncer de pele.

Quando estão em locais de fácil acesso, elas podem ser retiradas (se for necessário), medida que pode evitar problemas maiores para a saúde no futuro. Algumas podem se transformar em câncer de pele (melanomas), mas se detectado precocemente as chances de cura são maiores.

Identificando as pintas

Assim como todo e qualquer tratamento, as pintas possuem um método específico a ser utilizado. Conhecido como ABCD dos nevos, o paciente pode realizar um diagnóstico fácil e rápido para identificar se os nevos apresentam problemas. As letras significam: A de assimetria, B de bordos, C de cor e D de dimensão

Como é feita a remoção das pintas

As pintas com potencial de virar câncer de pele devem ser removidas através de uma pequena cirurgia. É bem simples: em primeiro lugar é aplicada uma anestesia local, em seguida, com um bisturi, o dermatologista retira a pinta.

Deixe uma resposta