Cisto no ovário e gravidez

Dez por cento das mulheres em idade fértil apresentam o que chamamos de ovários policísticos, uma variação hormonal que causa cistos na região. Além disso, os sintomas do distúrbio podem incluir uma menstruação desregulada, o que dificulta a gravidez.

O ideal é que a mulher com ovário policístico inicie um tratamento antes de engravidar. A principal maneira de controlar a doença é manter uma alimentação saudável e emagrecer. Alguns medicamentos podem estimular a ovulação, de modo a facilitar a gravidez, mas, em certos casos, a fertilização in vitro se faz necessária.

Caso os cistos sejam descobertos com a gestação em andamento, o ideal é manter um acompanhamento rotineiro através de exames de ultrassom. No geral, os ovários policísticos não causam problemas para a mãe ou para o bebê, mas é importante deixar a síndrome em observação regular e, assim, seu médico poderá conduzir a gravidez de forma saudável e segura.

Deixe uma resposta