Como aliviar as cólicas dos bebês

Dentre todos os tipos de choros dos recém-nascidos, o que causa mais angústia aos pais é o relacionado às cólicas. Choro estridente, rosto vermelho, caretas, pernas encolhidas, todos esses são sintomas clássicos da dor que elas causam.

Apesar de bebês reagirem de formas diferentes, uma coisa é certa: as cólicas costumam doer. E muito.

A principal causa de tamanho desconforto é a imaturidade do sistema digestivo dos pequenos. Como ainda foi pouco utilizado, o sistema não está acostumado com as contrações e os gases da digestão, o que leva às dores. O intestino precisa de alguns meses para se acostumar com a ingestão do leite materno. Inclusive, recomenda-se evitar outro tipo de alimentação até os seis meses de vida, já que isso pode causar ainda mais crises, talvez mais intensas.

Esse é um problema quase inevitável no desenvolvimento dos filhos, mas algumas dicas podem aliviar a agonia deles. Massagear a barriga do pequeno em movimentos circulares, utilizar uma bolsa térmica para aquecê-la ou flexionar as perninhas como se a criança estivesse pedalando ajuda a aliviar as dores. Além disso, os pais devem sempre procurar manter a calma. Cólicas são muito mais comuns em primogênitos, já que a inexperiência dos marinheiros de primeira viagem, às vezes, causa estresse ao bebê, intensificando as dores e criando um círculo vicioso: cólica do bebê – estresse dos pais – mais dores – mais ansiedade parental. Por isso, procure não perder o controle.

DICA:

Homens possuem a temperatura corporal mais elevada que mulheres. Deitar o bebê na barriga do pai com as pernas encolhidas pode aliviar mais rápido as dores das cólicas.

Deixe uma resposta